Dicionário do trading esportivo

Bem, o trading esportivo é cheio de terminologias, como essa modalidade de aposta ficou amplamente conhecido primeiro na Europa. Portanto não seria diferente os nome das entradas serem em inglês.

Apesar de não ter necessidade de os brasileiros ficarem repetindo em inglês as suas entradas. No entanto, ficou costumeiro se referir a sua entrada no mercado em inglês.

No começo, realmente é complicado lembrar o que cada um significa, mas com o tempo se torna rotina lembrar dessas palavras.

Os profissionais usam bastante, tanto é que basta assistir um vídeo no youtube ou qualquer curso ministrado eles falam em inglês.

Com esse conteúdo, você não terá mais dúvidas em relação a isso, trago praticamente todas as traduções para entender de vez o que querem falar.

  1. All-in: É apostar todo a sua banca em apenas uma aposta, jamais deve fazer isso.
  2. Back: É apostar a favor, ou seja, apostar que o time A vai ganhar.
  3. Bad beat: É uma sequência de apostas perdidas.
  4. Bankroll: É o saldo que o apostador tem disponível para apostar no site de apostas.
  5. Bookmaker (ou bookie): É uma pessoa ou empresa que aceitam apostas por parte de um apostador.
  6. Múltipla: São várias apostas feitas, onde as odds são multiplicadas, dando uma odd maior para se investir. É totalmente aconselhável que iniciantes não façam esse tipo de apostas.
  7. Correct Score: É o termo em inglês para o mercado “resultado exato”, muito utilizado para fazer trading, mais muito arriscado.
  8. Corresponder a aposta: É o termo usado quando você investe no mercado a favor ou contra esperando ser correspondido, ou seja, faz a sua aposta a favor e para que ela seja colocada no mercado, um trader terá que fazer uma aposta contra.
  9. Delay: É quando você está segundos ou minutos atrasados no jogo, muitas casas de apostas colocam pessoas no estádio para confirmarem os lances dos jogos, se você estiver assistindo com delay estará sendo prejudicado, pois a casa de apostas estará na sua frente. Assim prejudicando seu trade.
  10. Dutching: É o mesmo que apostar em vários resultados possíveis ao mesmo tempo distribuindo sua stake (valor investido) para lucrar. Forma muito boa de lucrar.
  11. Freebet: É uma aposta onde não temos risco de perder. Você pode fazer freebet em vários mercados.
  12. Goal odds/even: É uma aposta em que o investidor poderá escolher se haverá número par ou ímpar de gols em uma partida.
  13. Hedge: É dividir o lucro ou perda igualmente dentre todos os resultados possíveis. Isso faz com que ganhe independentemente do resultado e também controle sua perda.
  14. High stake: É uma aposta com valor bem elevado.
  15. Juice bet: É uma aposta com combinação de odds com alta probabilidade de acerto.
  16. Lay-the-draw: Apostar para que um dos dois times vença, sem a possibilidade do empate. Muito mais conhecido como LTD.
  17. Lay: É o termo em inglês para “contra”. Ao fazermos lay estamos apostando contra um determinado acontecimento, ou seja, se time empatar ou perder você ganha.
  18. Liquidez: É o volume de dinheiro investido em um determinado evento. Quanto maior for a liquidez, melhor será, pois suas apostas serão correspondidas mais facilmente.
  19. Low stake: É uma aposta com valor pequeno.
  20. Moneyline: É o tipo de aposta online mais tradicional, em que basta escolher o vencedor de um evento esportivo.
  21. Odd: É o valor que uma casa de apostas online define para que determinado evento aconteça, levando em conta os mais diversos fatores
  22. Over goals: É uma aposta esportiva sobre o total de gols marcados em um jogo de futebol.
  23. Punter: É o nome da profissão para quem faz apostas online e deixa corre até o final. É o mesmo que “apostador”.
  24. Quebrar: É quando o trader ou punter perdem todo seu dinheiro apostado no site.
  25. Responsabilidade: É o valor apostado.
  26. Stake: É o valor que você aposta inicialmente.
  27. Steam: É quando as odds para um determinado resultado caem, em função do aumento repentino de apostas naquela probabilidade.
  28. Stream: É um serviço de sites que transmitem partidas ao vivo.
  29. Tick: É a variação mínima de uma odd.
  30. Time bomb: É o momento em que as odds numa determinada partida sobem ou descem de forma repentina e rápida.
  31. Trader esportivo: É o nome da profissão de um investidor profissional, especialista no mundo das apostas esportivas.
  32. Trading esportivo: É o nome da atividade de um trader esportivo, onde se utiliza técnicas e estratégias particulares para conseguir lucro no mercado independente do resultado final de um jogo.
  33. Trader: É o apostador que busca fazer operações para lucrar num evento independentemente do resultado.
  34. Underdog: É aquele que não é o favorito para vencer o evento. Conhecido como “Zebra” aqui no Brasil.
  35. Weight of Money: É o tempo em inglês para “peso do dinheiro”. É uma forma de descobrir qual a tendência das odds. Se há mais dinheiro no back do que no lay, a tendência é que as odds subam. Caso o maior dinheiro esteja no lay, as odds tendem a diminuir.

Concluindo

Por fim, espero que tenham gostado, creio que falei sobre todos os jargões utilizados no trading esportivo. Portando, façam bom proveito das terminologias e sucesso a todos vocês!

apostas-futebol-terminologia-trading-esportivo